terça-feira, junho 06, 2017

LÂMINA: a celebração do nascimento de LILITH aconteceu sábado num concerto que nunca esqueceremos. Este primeiro álbum - que marca o fim de um capítulo e abre outro -, e o nosso percurso até aqui, não teriam sido possíveis sem o apoio desse lado, da parte de todos aqueles que ouvem a nossa música e vêm aos nossos concertos. Para eles, um profundo e sentido obrigado.

Agradecemos a todas as rádios, salas de espectáculo, publicações, promotores, fotógrafos, entidades e pessoas que foram essenciais em momentos-chave deste caminho: a Paula Cavaco, o João Medeiros e a Caleidoscópio Radio; a Amazing Events e o Santo DeLa Plata Barreiro; o Stairway Club; o Alex Cortez e o Musicbox Lisboa; o Diogo Igrejas; o RCA Club; o Ricardo Bravo e o José Pedro Ataíde do Estúdio Crossover; os Demon Cleaners da Super FM; o Sonic Blast Moledo; o Alexandre Travessas e o Reverence Festival Valada; o Muvi; o Sabotage Rock Club; o António Freitas; o Luís Sousa, o Daniel Jesus e todos na Música em DX; o Jorge Botas da Metal Global; o Mário Vasa; o Pedro Antunes; The Music Spot; a Raquel Louçã e a Andreia Criner; a LOUD!; a SFTD Radio; a Ultraje. Obrigado à Diana Rosa, à Bella Karr, à Mia Hale, ao Nuno Elias e ao Ricardo Montalvor. Um obrigado também, pelo apoio e inspiração, aos amigos que nos deram o enorme prazer de partilhar palco com eles: The Quartet of Woah, Dollar LLama, My Master The Sun, Asimov e Besta. Obrigado à Joana Guerra e ao Rui Guerra por terem participado neste disco, ao Fernando Matias (The Pentagon Audio Manufacturers) que o gravou e produziu connosco, e ao Daniel Makosch que o editou pela sua Raging Planet.

Estamos sem dúvida a esquecermo-nos de muita gente mas saibam que estão todos connosco nesta viagem. "Coven", que teve a sua estreia absoluta na noite de sábado, é o primeiro passo rumo ao Inferno seguinte.

Sem comentários: