quinta-feira, agosto 10, 2017

Problemas do Primeiro Mundo (que isto não pode ser só guerra nuclear, fome, e video-árbitros): a propósito das muitas e más reacções ao novo trabalho dos QOTSA, dei por mim a pensar nesta discrepância - aquela conversa de "a banda deve fazer o som que lhe apetece, sem se preocupar com o gosto dos outros, porque isso é que é BUEDA TRUE", esbarra na trave do "Eish, os gajos agora estão muito diferentes do que eram, bela merda", sempre que o som que apetece à banda, em determinado momento da sua carreira, não é o som que apetece aos "fãs". As bandas evoluem, conquistam outros públicos, perdem outros pelo caminho, e assim é que é bonito. Não nos devem nada.
(ps - Bem catita, o segundo avanço do novo álbum. Haters gonna coiso.)

Sem comentários: